segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Feira na Escola Nilza Pipino


Feira de Ciências - Etapa escolar 


Neste dia 18 de agosto participamos da Feira de Ciências da Escola Estadual Nilza de Oliveira Pipino de Sinop podemos observar vários trabalhos que envolveram a criatividade dos alunos, pesquisa e a desenvolvimento de capacidades referente as temáticas dos projetos. Os aluno e os professores dedicaram–se na elaboração do evento, com os estudos das temáticas do projeto proporcionou construção do conhecimento na várias disciplinas envolvidas, segundo Demo (1997), a pesquisa é compreendida como capacidade de elaboração própria, assim, pode-se dizer que a pesquisa está presente em ações corriqueiras cotidianas, como também em seu nível mais avançado, utilizado no desenvolvimento tecnológico e da ciência, propiciando o progresso intelectual dos indivíduos. Essa atividade na escola proporcionou interação, curiosidade, aprendizagem …mensurar com palavras torna-se difícil pois, a abrangência dessa ação pedagógica tem uma amplitude imensurável. Parabenizamos Escola Estadual Nilza de Oliveira Pipino, seus professores, seus alunos pelos trabalhos apresentados e por oportunizarem a Pesquisa na Educação Básica e nos premiar com trabalhos de cunho científico e de espirito investigativo.








terça-feira, 19 de agosto de 2014

Inscrição para II Feira de Ciências de Sinop


Prorrogação da Inscrição para II Feira Ciências de Sinop

A inscrição para II Feira de Ciências de Sinop foi prorrogada até o dia 22 de agosto 2014 . Para realização da inscrição dos trabalhos/projetos selecionados nas escolas é necessário encaminhar ao CEFAPRO/ Sinop os documentos (confira cada link abaixo):
c) Resumo dos trabalhos/projetos (preencher conforme o modelo)
* Uma cópia do resumo deve ser enviada por e-mail pois estará disponível em Cd.
 
Estes documentos podem ser enviados por e-mail: feiradecienciassinop@gmail.com ou entregá-los em envelope no CEFAPRO até o dia 22.08.


sexta-feira, 15 de agosto de 2014

Escola Estadual Zeni Vieira




Etapa Escolar da Feira de Ciências


No dia 15 de agosto a Escola Estadual Zeni Vieira realizou a Etapa Escolar da Feira de Ciências. Os trabalhos envolveram a criatividade e a investigação dos aluno possibilitando a construção do conhecimento e a investigação. O ponto alto observado foi a interação, mudanças de postura dos alunos que dedicaram-se na elaboração e apresentação dos projetos, ou seja, a pesquisa despertou no aluno o interesse, a vontade de saber mais sobre o tema estudado, modificando atitudes em sala de aula e em relação ao convívio com colegas. Para responder as perguntas da pesquisa necessitaram dos conhecimentos de diversas disciplinas desenvolvendo aprofundamento de conceitos e aprendizagem significativa pois, estudaram temáticas da sua realidade, assim, os projetos trazem a possibilidade de compreender os mais diversos conhecimentos através de múltiplas linguagens. Observamos como é importante essas atividades na escola pois, as crianças têm a oportunidade de ser um agente ativo, sujeito do seu próprio desenvolvimento. Parabéns a Escola Zeni Viera pela Feira de Ciências, aos professores pela orientação e por desenvolver e apresentar os passos da pesquisa aos estudantes. Parabenizamos a garotada pelos trabalhos, criatividade e pelas atividades pedagógicas que relacionaram a pesquisa com o seu cotidiano e assim produziram conhecimento.








quinta-feira, 7 de agosto de 2014

Feira de Ciências na escola



Escola Estadual Rosa dos Ventos desenvolve a Etapa Escolar da  Feira de Ciência  


 A Feira de Ciência Escola Estadual Rosa dos Ventos aconteceu no dia 07 de agosto, vários trabalhos/projetos foram apresentados, trabalhos estes que envolviam todas as áreas do conhecimento, os conceitos das áreas estavam presentes nas pesquisas dos alunos e utilizaram o conhecimento das disciplinas e dos professores, em busca de responder as perguntas dos projetos, realizando assim, investigação científica na unidade escolar. 
Esse movimento na escola propiciou aos envolvidos conhecimentos, aprendizagens, expressão, aprofundamento teórico, entrevistas, conhecimentos da realidade e da cultura mato-grossense, muitos registraram todo esse processo no Caderno de Campo possibilitando aos visitantes e avaliadores acompanhar o desenvolvimento da pesquisa realiza. 
A Escola Rosa dos Ventos está de Parabéns por desenvolver a Feira de Ciências possibilitando a popularização da Pesquisa na Educação Básica, bem como, interação, engajamento, e novos conhecimentos. Esperamos alunos e professores para participar da II Feira de Ciência de Sinop que será realizada em setembro no Centro de Eventos Dante de Oliveira!







quarta-feira, 6 de agosto de 2014

Biodecompositor


CEFAPRO de Sinop realiza compostagem
 
A compostagem é um processo de transformação de matéria orgânica, encontrada no lixo, em adubo orgânico (composto orgânico). É considerada uma espécie de reciclagem do lixo orgânico, pois o adubo (composto) gerado pode ser usado na agricultura ou em jardins e plantas.
O lixo orgânico, muitas vezes, é descartado em lixões, ruas, rios e matas, poluindo o meio ambiente. Além disso, o acúmulo de resíduos orgânicos a céu aberto favorece o desenvolvimento de bactérias, vermes e fungos que causam doenças nos seres humanos. Além disso, favorece o desenvolvimento de insetos, ratos e outros animais que podem transmitir doenças aos homens.
Observando essa problemática existente e a pela insatisfação do grupo em misturar o lixo orgânico junto com embalagens (vidro, plástico, metais), desenvolveu-se a iniciativa de construir um Biodecompositor no CEFAPRO/Sinop para realizar compostagem e assim utilizar o biofertilizante e o adubo resultante, para jardinagem do local . A construção aconteceu a partir de materiais reaproveitados, doados para essa atividade e desta forma,  já iniciamos a coleta e a realização da compostagem. Temos a a ideia de expandir essa proposta e apresentá-la as escolas pois, além de reduzir o resíduos orgânicos da unidade escolar, pode ser também fonte de inspiração para práticas pedagógicas e para aprendizagem dos alunos.


Pesquisas mostras que destinar corretamente o lixo orgânico significa reduzir cerca de 90% do peso e dois terços do volume de resíduos transportados de uma residência ao aterro sanitário. São menos geradores de chorume e gases. Além disso, valoriza-se a separação de lixo reciclável - vidro, metal, papel e plástico. Segundo levantamento, uma residência com cinco pessoas produz uma tonelada e meia de lixo orgânico ao ano.

Caso queira saber mais sobre o funcionamento do Biodecompositor venha até o CEFAPRO/Sinop conferir.